O SENTIDO DA ESPIRAL NO LABIRINTO DE PAISAGENS CAMBIANTES INDAGA A ALMA CRIATIVA NO ESPAÇO COLETIVO

NÚCLEO DE ESTUDOS DA PAISAGEM - FAU USP
aprender com a cidade, aprender na cidade
retornar





PUBLICAÇÕES:
SANDEVILLE JUNIOR, Euler. Aprender sobre a cidade ou aprender com a cidade? Projeto Arte no Heliópolis (2009). Pós. Revista do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da FAUUSP, v. 1, p. 70, 2010.

AÇÕES:

projeto Arte no Heliópolis, 2009: o projeto envolveu disciplina aberta a todos os interessados organizada conjuntamente com lideranças do Heliópolis

Oficina da Cidade no Heliópolis: I- Interpretação do Ambiente (2010).
cartaz:
Oficina de História da Arte (Introdução):
cartaz, 2009

paisagem                ensino                pesquisa                arte
        espiral da sensibilidade e do conhecimento 

por um conhecimento livre e sensível, por um mundo livre e em paz


HELIÓPOLIS


MESTRADO:
SOARES, Cláudia Cruz. Heliópolis: paisagem que educa. Orientador Euler Sandeville Jr. São Paulo: Dissertação de Mestrado, FAU USP, (2007-) 2010.
Essa pesquisa busca mostrar o quanto a luta popular por moradia, educação e saúde foram transformando a paisagem de São Paulo,nesse caso especificamente Heliópolis. Heliópolis possui aproximadamente um milhão de metros quadrados, localizada ao sul do município de São Paulo,região do Sacomã e Ipiranga seus limites são: Avenida Juntas Provisórias, que estende-se até a divisa com São Paulo e São Caetano do Sul que tem como divisor de águas o Rio Tamanduateí e a Av: Guido Aliberti. Fica a 25 km do centro de São Paulo.
A área de Heliópolis como muitas outras áreas abandonadas pertencia ao município de São Paulo é as primeiras famílias chegaram até lá por intermédio do próprio poder público, transferidas da Favela da Vila Prudente e Vergueiro. No início um local inóspito, mas aos poucos foi ganhando calor humano, formas, fluxo,cores,casas, comércio, transporte, escolas,igrejas, postos de saúde, escolas através do movimento popular. Essa pesquisa traz a tona a absorção ao programas governamentais de assistência social , a intenção de transformar Heliópolis em um bairro educador e a crítica ao modelo institucional, contado, relatado pela comunidade que viveu e vive essa transformação constantemente da paisagem.







aprender com a cidade, aprender na cidade

NÚCLEO DE ESTUDOS DA PAISAGEM - FAU USP